Rota da Amizade - Convention e Visitors Bureau
14/08/2017 atualizado às 13:38

Museu do Vinho é contemplado pelo edital Elisabete Anderle

Verba no valor de R$ 50 mil será utilizada para reforma das instalações elétricas e reparo da pintura externa do museu

Com um projeto que prevê a reforma das instalações elétricas e reparo da pintura de estrutura externa do Museu do Vinho Mário de Pelegrin, a Prefeitura de Videira foi contemplada com o prêmio do edital Elisabete Anderle e vai receber R$ 50 mil para executar a proposta.

O projeto apresentado pelo município foi o primeiro colocado na categoria Patrimônio Material Imóvel e Imaterial. “Foi uma surpresa bastante positiva. O projeto apresentado foi readequado, pois o município tem a intenção de fazer esta reforma elétrica e reparo da pintura há muito tempo. É um grande ganho para a cultura do município”, avalia a chefe de Convênios, Idiane Caetano Gonçalves.
Na mesma categoria, outros dois projetos foram contemplados, um de Chapecó, no extremo Oeste, e outro de Criciúma, no Sul do Estado. Ambos são voltados para estudos arqueológicos.

“A captação de recursos através de editais de incentivo à cultura e também a busca de emendas parlamentares nas esferas Estadual e Federal, são formas de incrementar o orçamento do município para realização de obras e melhorias em todos os setores da administração”, comenta o chefe de Gabinete, Felipe Schuler.

EDITAL: O Edital Elisabete Anderle de Apoio às Artes e à Cultura do Estado de Santa Catarina foi instituído por lei, em 2011, e regulamentado por meio de um Decreto, em 2014. Tem como objetivo estímular, fomentar os segmentos básicos da economia da cultura; apoiar iniciativas culturais e artísticas no Estado, buscando a ampliação das oportunidades de criação, distribuição e fruição dos bens culturais e a construção permanente de cidadania que incorpore a memória e a diversidade da sociedade catarinense, bem como ampliar o acesso à cultura e ao interesse social; e fomentar a produção e a difusão da cultura no Estado, estimulando a multiplicidade e a diversidade de tendências e de linguagens em suas variadas modalidades de manifestação, possibilitando o incentivo às realizações inerentes ao campo da cultura e das artes.

Em 2017, o edital chegou a sua quarta edição. Ao todo, R$ 5,6 milhões serão distribuídos a até 176 projetos nas modalidades de Culturas Populares; Arte e Cultura Negra e Indígena; Artes Visuais; Dança; Literatura; Música; Patrimônio Material e Imaterial; Museus; Teatro e Circo; Apoio a Eventos Artísticos e Culturais; e Intercâmbio e Residência.